Apple Watch salva vida de jovem nos EUA

Um jovem americano de 25 anos, teve sua vida poupada graças o Apple Watch. Zachary Zies vive com uma doença genética rara, chamada de Ataxia de Fredreich. Essa doença ataca principalmente a medula espinhal e o coração, também provoca dificuldades na fala e locomoção.



Graças ao relógio inteligente da Apple, Zachary foi alertado que sua frequência cardíaca estava alta, o que permitiu que o estudante recém-formado conseguisse buscar ajuda médica após o alerta do dispositivo, e realizar procedimentos para a normalização dos seus batimentos cardíacos. O fato virou manchete nos jornais de Ohio, nos Estados unidos.


Zachary contou em entrevista que o relógio emitiu alertas de que seu coração estava a 210BPM, mesmo que ele não estivesse praticando nenhuma atividade estimulante.. Lembrando que, segundo a OMS, a faixa de frequencia segura para o coração é em torno de 50BPM.


"O meu Apple Watch me alertou que algo não estava muito bem em meu corpo, então, procurei ajuda para descobrir como solucionar este problema!"


Imediatamente, Zachary entrou em contato com seu médico e foi submetido a um procedimento chamado de "Ablação" para solucionar uma condição chamada de Flutter Atrial, que é algo próximo a arritmia cardíaca. Após o susto, Zies afirma que está se sentindo melhor e seus coração trabalha de forma normal.


Lembramos que, o Apple Watch não deve ser considerado como monitor cardíaco por quem sofre de problemas no coração. A tecnologia implantada no dispositivo não substitui o acompanhamento médico e/ou exames clínicos. Visite seu médico regularmente.

Via NBC

0 comentário

Posts recentes

Ver tudo