LIVE: Finanças na era digital - Com Thalita Carvalho

Atualizado: Set 3

“Acho que hoje ninguém mais consegue pensar em algo, sem pensar em tecnologia. A pandemia veio para reforçar que o digital está cada vez mais incluso em nossas vidas. Quer queiramos, ou não!”

As finanças pra mim era uma condição da minha casa. Meu pai sempre foi muito incentivador do controle financeiro e hoje eu vejo isso com muitos bons olhos. Faço planejamentos todo fim de mês e me programo para o próximo. Daí nasceu meu interesse por finanças. Hoje trabalho na Controladoria Pública da cidade de Curvelo, e isso contribuiu para o meu pensamento crítico sobre os recursos financeiros.


Minha família é toda empreendedora e esse foi mais um gatilho. Hoje tenho uma sociedade numa empresa de finanças, tenho uma marca de pasta de amendoim, sou influenciadora digital e maquiadora.

Bom, o dinheiro está em nossas vidas desde que nascemos. Por isso, acho fundamental que as crianças aprendam sobre educação financeira o mais cedo quanto possível. Certamente, as pessoas obteriam muito mais êxito financeiro e controle, se a gestão financeira fosse aplicada na educação básica.

Existem vários tabus sobre o tema finanças e dificilmente seria um assunto para uma conversa descontraída, mas é preciso entender que todo mundo pode e deve ter um planejamento e um controle. Como criadora de conteúdo digital, sempre tento catequizar meus seguidores a terem uma boa relação com seu dinheiro.


Muitas pessoas acreditam que organização financeira é balela, mas existem dois pontos chaves para ter uma vida financeira equilibrada, que significa: arcar com seus dividendos em dia, poupar e investir e também curtir momentos de lazer.


Alguns dizem que não se pode gastar, que devemos sempre poupar ao máximo. Mas não pode ser assim, é preciso ter seus momentos de lazer, desde que seja consciente. Na minha empresa, nós desenvolvemos uma metodologia de educação financeira, chamado AOPI, e um dos pontos desse método é o Autoconhecimento; é preciso se conhecer financeiramente, saber quanto você ganha e seus custos fixos. A partir desde autoconhecimento, conseguimos perdurar a organização financeira. Esse é o principal ponto de partida. Eu mesma, antes de ter o autoconhecimento, eu acreditava que não poderia realizar várias coisas; descobrir que eu tinha os recursos através desse método, foi libertador!



O prazo para o fim do dinheiro de papel está contado. Em5 anos, o dinheiro físico entrará em extinção. Então, estamos no momento de abrir a mente sobre o digital. É necessário. É preciso. Nos EUA, a maioria das lojas já não tem mais caixas operados por humanos, tudo é automatizado e pago com cartões, pulseiras, aplicativos de pagamentos e etc.


A própria operadora Vivo já oferece pagamento digital, sem papel.

Operadoras de investimento e muitos bancos já não possuem agências físicas, está tudo On-line.


Para fazer controles financeiros no seu smartphone, eu recomendo o Guia Bolso: prático e te dá relatórios em gráficos para fácil entender e utilizar. Ele setoriza suas despesas por categorias deixando a visualização descomplicada.

Outro aplicativo muito bom também é o próprio bloco de notas do smartphone. Nele você pode anotar tudo o que foi gasto ou recebido durante os dias da semana e nos finais de semana, você colhe os dados e transfere para o Guia Bolso.


É preciso se atentar ao seu estado físico/emocional, pois ele é diretamente ligado a sua saúde financeira, segundo um estudo Japonês. Endividamento tem causado danos irreparáveis na sociedade, é necessário se precaver para não cair em juros rotativos, multas e etc. Qualidade de vida também tem haver com dinheiro ou com o controle consciente dele.

Planejamento e organização não se resumem ao significado das palavras, é necessário mensurar a viabilidade de realizar e sempre analisar de maneira racional a real necessidade de adquirir algo.


Traçar objetivos e ter consciência que talvez seja necessário abrir mão de alguns prazeres momentâneos para realizar um sonho ou grande desejo é fundamental para o sucesso destes planejamentos.

Mais um exemplo de digitalização é o novo aplicativo do Banco do Brasil, que fará transferência e pagamentos de boletos de maneira instantânea, 24 horas por dia.

Falando de poupança e investimento, eu recomendo poupar cerca de 20% de sua receita (salário), esse percentual pode ser dividido entre suas metas, por exemplo: meta de curto prazo 5%, médio prazo 10%; meta de longo prazo 5%.

Investimentos em Tesouro Direto e o CDB são umas das melhores e mais seguras formas de fazer seu dinheiro render; possuem alta liquidez e facilidade de compreensão e operação.


Um outro ponto extremamente importante é manter reservas financeiras para nunca ser pego desprevenido; reduz-se a reserva a 6 vezes o valor de suas despesas fixas. Comece investindo o tanto quanto puder e se possível, chegue a 20% dos seus recebimentos.


Finalizando, a era digital veio para ficar. Permita-se aproveitar deste momento. Comece aos poucos e veja como a tecnologia pode colaborar para tornar a vida mais prática e fácil.

“O importante não é o quanto você ganha, mas sim o que você faz com o que ganha.” - Thalita Carvalho

20 visualizações

2020 - Casa do Celular Autorizada Vivo. CasaLab Comunicação e Marketing